close

123Milhas: agora investigada por estelionato e lavagem de dinheiro

Salomão Rodrigues 03/02/2024 14:45

A Polícia Civil e o Ministério Público de Minas Gerais cumpriram na última quinta-feira, 1, dezessete mandados de busca e aprensão mirando o grupo do qual faz parte a empresa 123Milhas.

Os policiais apreenderam documentos, notebooks e mídias na operação denominada Mapa de Milhas, que é liderada pela 14ª Promotoria de Justiça de Defesa do COnsumidor da Capital e conta com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Centro de Apoio de Defesa da Ordem Econômica e TRibutária (CAOET).

Participaram da operação um policial militar, cinco servidores do Ministério Público, cindo delegados da Polícia Civil e 53 investigadores.

As investigações apontam a possibilidade de associação criminosa para a prática de estelionato e lavagem de dinheiro.

Segundo as informações da promotoria a empresa realizava movimentações imobiliárias em nome de terceiros, laranjas não ligados ao grupo mas que tinham vínculo à algum dos membros da empresa 123Milhas.

Há tambem movimentação de quantias suspeitas pouco antes da empresa entrar com o pedido de recuperalçai judicial.

No mesmo dia da operação a empresa emitiu uma nota oficial que diz: "O Grupo 123milhas sempre se colocou à disposição das autoridades e forneceu documentos sobre suas operações. A empresa disponibilizou toda a sua documentação bancária, fiscal e contábil, assim como a de seus sócios, à Comissão Parlamentar de Inquérito das Pirâmides Financeiras e à juíza responsável pela recuperação judicial do grupo. Os gestores da 123milhas estão, no momento, dedicados ao processo de recuperação judicial para quitar todos os débitos com os credores. O Grupo 123milhas reafirma seus preceitos de responsabilidade e transparência com clientes, credores e autoridades e aguarda mais informações do Ministério Público para prestar os esclarecimentos necessários".

Vale resaltar que, na semana anterior, a Justiça de Minas Gerais, através da juíza Claudia Helena Batista da 1ª Vara Empresarial de Belo Horizonte, suspendeu, pela segunda vez, a recuperação jucidial da empresa 123milhas até que se decida quem serã os novos administradores judiciais do caso que sejam constatadeas as reais condiççoes das empresa LH (Lance Hotéis e MaxMilhas) que foram incluídas na recupelçao apenas n o início de outrubeo de 2023

 

 

Foto:  Rafa Neddermeyer


Podcasts
28/06/2023
Mensagem do Dia
28/06/2023
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
28/06/2023
Participação da ouvinte Regina no programa do Pe. Marcelo Rossi
26/06/2023
Mensagem do Dia
26/06/2023
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje