close

Conheça o remédio que faz crescer barba e cabelo

Rocioli 15/02/2022 00:00

O minoxidil, muitas vezes confundido e utilizado como um simples cosmético, é, na verdade, um medicamento para tratar doenças. E, como todo remédio, tem também os seus efeitos colaterais. No entanto, quando bem utilizado – sob prescrição e acompanhamento médico – ele pode proporcionar inúmeros benefícios para a saúde capilar. Inclusive, auxiliando no combate à alopecia.

ORIGEM CURIOSA

Descoberto no final dos anos 1970, o minoxidil, inicialmente, era utilizado para tratar a hipertensão arterial. Mas, rapidamente, outra função foi identificada. Os pacientes que utilizavam essa medicação apresentavam, como efeitos adversos, o crescimento de pelos em áreas indesejadas no corpo, em especial, na face. Em 1980, o minoxidil oral foi descrito como medicamento efetivo para o tratamento da Alopecia Androgenética masculina e, posteriormente, utilizado sob a forma de solução tópica em mulheres e homens para a mesma finalidade. 

Confira os possíveis efeitos colaterais do minoxidil, de acordo com os especialistas:

– Irritação;
– Coceira;
– Dermatite – inflamação da pele, na região onde o medicamento é aplicado;
– Hipertricose – crescimento excessivo de pelos;
– Taquicardia reflexa;
– Palpitações;
– Retenção hídrica.

Esse são alguns dos motivos que tornam o uso indiscriminado de minoxidil algo não recomendado.


Podcasts
24/06/2022
Mensagem do Dia
24/06/2022
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
23/06/2022
Mensagem do Dia
23/06/2022
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
22/06/2022
Mensagem do Dia