close

Corregedoria investiga que motivo trouxe policiais civis a Franca

Redação Pop Mundi 25/11/2021 08:39

A Corregedoria da Policia Civil do Estado de São Paulo continua nas investigações para esclarecer quais os motivos que trouxeram os policiais civis a Franca na noite de terça-feira (23), em que Francisco Xavier de Medeiros Neto, de 41, foi morto a tiros na avenida Ademar Pereira de Barros, no Jd. São Luis, zona Leste de Franca.

Os Policiais Militares disseram para os Corregedores que os dois que se identificaram como policial civil, apresentaram versões contraditórias durante a abordagem ao veiculo Range Rover pela rodovia Cândido Portinari. Dentro do veículo foram localizadas duas armas e R$ 8 mil.

A investigação apontou até o momento que o veículo pertence na verdade à mulher de Francisco que era natural de São Paulo.

Os dois policiais Fabio e Diego foram levados para p Presidio Especial da Polícia Civil, no bairro Carandiru, zona Norte da capital e o terceiro ocupante da Range Rover Guilherme foi encaminhado para a cadeia do J. Guanabara em Franca.

A princípio os PMs da Força Tática informaram que o policial civil Diego seria integrante da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), e Fábio da DISE (Delegacia de investigações Sobre Entorpecentes), ambas na cidade de Osasco.

No entanto segundo as informações da reportagem publicada no site UOL, “Fábio já atuou no GOE (Grupo de Operações Especiais) - unidade de elite da Polícia Civil - em Osasco, e Diogo, no 8º Distrito Policial de Osasco, na Vila Yolanda.

Ainda de acordo com o UOL, em 31 de março deste ano, Francisco Xavier foi preso em Guarulhos, na Grande São Paulo. Ele estava em uma BMW e no veículo foi encontrada uma pistola Taurus calibre 45. Ele alegou primeiro que era policial federal e depois que consertava viaturas da Polícia Federal.

A Corregedoria da Polícia Civil quer saber efetivamente o que os dois policiais foram fazer em Franca, se foram para lá a serviço e se os superiores deles tinham conhecimento dessa viagem”.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo divulgou uma nota informando que o caso está sendo acompanhado pela 3° Corregedoria Auxiliar de Ribeirão Preto (SP), e que os três que foram presos através da Policia Militar em Franca, respondem aos crimes de associação ao tráfico de drogas e homicídio.

A nota não informa por quanto tempo Fabio, Diego e Guilherme iram permanecer presos.

O crime

O caso foi registrado na noite desta terça-feira (23), na avenida Ademar Pereira de Barros, no Jd. São Luís onde a vítima Francisco Xavier de Medeiros Neto, de 41 anos foi morto a tiros.

Segundo testemunhas Francisco estava conversando com dois homens, quando iniciou uma discussão, e em seguida os disparos.

A vítima tentou correr com um revólver calibre 38 nas mãos, enquanto os dois homens efetuavam os tiros em sua direção.

Ferido Francisco Xavier acabou caindo, e os atiradores fugiram em seguida. Uma equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), foi acionada, mas ao chegar no local, constatou que Francisco já estava morto.

A perícia compareceu no local e recolheu capsulas deflagradas calibre 380, o que indica que pelo menos um dos homens estava armado com uma pistola.

A Policia Militar realizou patrulhamento nas imediações, na tentativa de localizar os autores do assassinato com base nas características passadas pelas testemunhas, mas até o momento ninguém foi preso.

O corpo de Francisco Xavier de Medeiros Neto, foi levado para o IML (Instituto Médico Legal), e em seguida liberado para os familiares.

Foto: Pop Mundi.

 


Podcasts
06/10/2021
Mensagem Do Dia
06/10/2021
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
04/10/2021
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
01/10/2021
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
01/10/2021
Mensagem Do Dia