close

Operação investiga fraudes de R$ 23,5 milhões em Prefeitura da região

Redação Pop Mundi 22/11/2021 18:17

A 'Operação Loki' coordenada pelo Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual de Franca, deflagrou o cumprimento de mandados de busca e apreensão nas cidades de Orlândia e Ribeirão Preto.

Foi apontado uma “indústria de fraude” que envolvia milhões na Prefeitura de Orlândia. Entre os criminosos, foram apontados empresários e políticos famosos na cidade.

Ao todo, foi constatado 36 contratos que somavam cerca de R$ R$ 23.592.484,6 de forma fradulenta. Essas fraudes ocorreram em serviços na área do Departamento de Água e Esgoto, Educação, Saúde, Infraestrutura e Assistência Social. As contratações eram referentes a 2017 e anos seguintes.

Os crimes praticados são fraude em licitações, superfaturamento de contratos em troca de pagamento de propinas (corrupção), falsificação de documentos, uso de documentos falsos e formação de cartel. Já foi oferecida denúncia à Justiça Estadual contra 25 pessoas, envolvendo agentes públicos e empresários.

O verdadeiro líder da organização era o ex-prefeito, ele escolhia as empresas e fraudava o dinheiro. Após o recebimento da denúncia, houve determinação do sequestro e indisponibilidade de bens móveis, imóveis e ativos financeiros de todos os denunciados.

Contudo, nenhum deles foi mantido preso mas estão proibidos de se aproximarem da Prefeitura e não podem sair da cidade sem autorização judicial.

FotoMarcos Felipe


Podcasts
23/05/2022
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
23/05/2022
Mensagem do Dia
21/05/2022
Mensagem do Dia
21/05/2022
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
20/05/2022
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje